Show simple item record

dc.contributores-ES
dc.creatorFelicetti, Vera Lucia
dc.date2016-11-03
dc.date.accessioned2017-07-28T17:23:00Z
dc.date.available2017-07-28T17:23:00Z
dc.identifierhttp://revistas.utp.ac.pa/index.php/clabes/article/view/1109
dc.identifier.urihttp://ridda2.utp.ac.pa/handle/123456789/1991
dc.descriptionO acesso à Educação Superior no Brasil tem crescido nas últimas décadas e um novo perfil de aluno tem permeado esse espaço, principalmente em instituições não públicas. O objetivo deste estudo foi realizar um mapeamento comparativo entre os alunos de cursos de licenciatura e não licenciatura, com ou sem bolsa de estudo do Programa Universidade para Todos (ProUni). A análise envolveu ingressantes no ano de 2005 em uma Instituição Comunitária de Educação Superior do Rio Grande do Sul no Brasil e a situação desses alunos no segundo semestre de 2014. A metodologia utilizada foi quantitativa, com objetivo comparativo exploratório. Estatística descritiva e de inferência foram utilizadas para analisar os dados. Os resultados indicam que do total de 3.936 ingressantes em 2005, 38% escolheram cursos de licenciatura. Entre os estudantes ProUni dos cursos de não licenciatura o número de mulheres foi maior que o esperado entre os bolsistas, havendo assim relação estatisticamente significante entre ter sido ProUni ou não e sexo para os cursos de não licenciatura (p=0,0007). Quanto a média de idade dos ingressantes esta foi menor tanto nos cursos de licenciatura como nos de não licenciatura entre os bolsistas ProUni (p<0,0001). Resultados indicam que o ProUni proporcionou acesso na Educação Superior a um número maior de mulheres em cursos tradicionalmente masculinos (não licenciatura) e para as pessoas mais jovens. A percentagem de egressos foi maior e a de evadidos menor entre os bolsistas em ambos os cursos (p<0,0001), indicando que os estudantes que tiveram bolsa ProUni colaboraram para com o aumento percentual de diplomados, bem como para com a diminuição da taxa de abandono na Instituição em foco. Concluiu-se que o ProUni foi benéfico não apenas para os alunos, mas também para a IES.es-ES
dc.formatapplication/pdf
dc.languagespa
dc.publisherUniversidad Tecnológica de Panamáes-ES
dc.relationhttp://revistas.utp.ac.pa/index.php/clabes/article/view/1109/1132
dc.rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccesses-ES
dc.rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess
dc.rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccesses
dc.sourceCongresos CLABES; 2015: Congreso CLABES V, Talca -Chilees-ES
dc.subjectPolíticas nacionales y gestión institucional para la reducción del abandonoes-ES
dc.subjectEducação Superior, Cursos de licenciatura e não licenciatura, ProUni.es-ES
dc.titleIngressantes Em Uma Instituição De Educação Superior Em 2005: Como Eles Estão Em 2014?es-ES
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/article
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

  • Publicaciones del Congreso Internacional CLABES
    Se muestran las publicaciones de la Conferencia Latinoamericana sobre el ABandono de la Educación Superior, cuyo objetivo fundamental ha sido reunir a profesores, gestores de la educación, autoridades educativas y estudiantes de países de América Latina, preocupados por los aspectos relacionados con la calidad general de la enseñanza y, en particular, con el abandono de los estudios. El evento se configura como un punto de encuentro donde analizar los factores asociados al abandono, sus efectos sobre los individuos y la sociedad, así como definir las posibles iniciativas que se pueden adoptar -en todos los niveles de responsabilidad− para la mejora de los índices de permanencia de los estudiantes.

Show simple item record